Como Trabalhar no Enem – Dicas essenciais e Primeiros Passos

Como trabalhar no Enem

Os dois dias de Enem são conhecidos por serem o pesadelo dos estudantes. O que muitos não sabem é que é perfeitamente possível lucrar com a prova. Saiba agora tudo sobre como trabalhar no Enem, e não se trata de vender canetas na hora da prova!

Como você pode trabalhar no ENEM e lucrar com o Exame?

A escola nos prepara a vida inteira, principalmente no Ensino Médio, para aquelas provas, que são a forma de ingresso nas universidades públicas do país. No grande dia, os alunos estão nervosos, muitos chegam até mesmo a passar mal. O comércio em frente aos locais de prova é lucrativo: vender lanches para que eles comam durante as provas, vender canetas da cor exata que eles precisarão… Mas vender não é a única forma de trabalhar no ENEM.

Você já deve ter percebido que, nos dias de prova, muitas pessoas trabalham nos locais de aplicação. São contratados coordenadores, certificadores, ledores, intérpretes de libras, seguranças e até mesmo faxineiras para manter tudo em ordem, uma vez que milhares de alunos irão caminhar pelos corredores de cada instituição selecionada.

Os cargos mais comuns de serem oferecidos ao grande público são de Certificadores, isso porque cada instituição aberta à aplicação da prova precisa de muitos deles. Eles atuam nas seguintes funções: aplicação da prova, assistentes de aplicação, chefes de sala, fiscais de banheiro e aplicadores volante.

Trabalhar no ENEM pode ser cansativo, mas a remuneração pode chegar até RS 684,00 por apenas dois dias de trabalho. Esse é um valor que corresponde a mais do que a metade de um salário mínimo brasileiro, e pode ser um diferencial para suas contas do mês.

Veja também:

O que fazer para trabalhar no Enem no Enem como certificador?

Por mais que dure apenas dois dias em um ano inteiro, trabalhar no Enem é tão sério quanto para qualquer empresa. Isso significa que você passará por um processo seletivo, afinal apesar de serem oferecidas muitas vagas, existem também muitos candidatos.

Se você quer saber como trabalhar no Enem, precisa saber que existem duas formas: através do sistema oficial do governo, ou através de consórcio com as bancas do exame, que são a Fundação Getúlio Vargas, a Vunesp e a Cesgranrio. Esses são os requisitos gerais para trabalhar no Enem:

  • Ter completado o Ensino Médio.
  • Não estar inscrito no Enem do ano em que você quiser atuar como fiscal.
  • Não ter cônjuge, companheiro ou familiar (mesmo que seja parentesco distante ou por afinidade) prestando Enem naquele ano.
  • Ter um celular ou tablet e um computador, todos conectados à internet. Eles são necessários para se inscrever como Certificador e para acessar o curso de Capacitação Online.
  • Não ter qualquer vínculo com a elaboração, impressão, distribuição ou qualquer outra atividade que te permita ver a prova antes do grande dia do Enem.
  • Caso você seja servidor público, não ultrapassar 120 horas de Gratificação por Encargo de Curso ou Concurso (GECC) anuais.
  • Caso você seja professor da rede pública de ensino (em colégios estaduais ou municipais) os R$ 40.000,00 de recebimento anual de Auxílio Avaliação Educacional (AAE).

Quais são as funções que um fiscal precisa realizar enquanto trabalhar no Enem?

O cadastro para trabalhar no Enem não se restringe a um único cargo, mas você pode ter uma noção geral do que será cobrado de você. Se seu pensamento é de que lidará com uma tarefa fácil, está enganado. Como fiscal, você precisará:

  • Ser responsável por receber os estudantes, guardando seus celulares nas sacolas especiais do concurso e conferindo a documentação.
  • Fazer parte da organização do ambiente onde a prova ocorrerá e de toda a documentação.
  • Realizar a aplicação das provas e garantir que nenhum candidato trapaceie durante o exame.
  • Zelar pela segurança dos alunos que estão fazendo a prova.
  • Dar atenção aos incidentes que podem acontecer durante a aplicação do exame.
  • Analisar de forma geral o ambiente, sua segurança e a segurança dos participantes.

Existem muitas outras funções relacionadas aos fiscais do Enem, que você só conhecerá quando já houver feito o curso de capacitação online e tido sua primeira experiência de trabalho em vestibular.

Quais são os benefícios que você terá por trabalhar no Enem?

Qualquer trabalho tem suas vantagens e desvantagens, por isso você também precisa conhecer os benefícios de trabalhar no Enem para saber que pode ser realmente uma grande vantagem!

  • Você ganhará mais do que a metade de um salário mínimo em apenas dois dias de trabalho.
  • Você terá distração para domingos entediantes, o que é realmente valorizado por algumas pessoas.
  • Você fará um curso de capacitação que te dirá exatamente como proceder em cada ocasião.
  • Você saberá informações sobre a prova em tempo real, antes de todos.
  • O trabalho no Enem é tranquilo, sem qualquer agitação em grande parte dos casos, principalmente depois que a prova já houver começado.

Como conseguir uma vaga como Certificador no Enem

Como já foi dito acima, você pode conseguir trabalhar no Enem de duas formas diferentes: pelo sistema oficial do governo ou através do consórcio das bancas responsáveis pela prova. Descubra um pouco mais sobre cada uma das duas formas e saiba como trabalhar no Enem a partir de cada uma:

Como trabalhar no Enem pelo sistema oficial do governo:

Primeiramente, é preciso saber que essa modalidade só é aceita para servidores públicos federais ou professores da rede estadual ou da rede municipal. O período de inscrição para trabalhar no Enem 2019 ocorreu entre 03 e 22 de julho, e ocorre todo ano através do aplicativo da Rede Nacional de Certificadores (RNC).

O primeiro passo é fazer um cadastro pela internet, através do sistema de certificadores do Inep. Apenas então, você estará apto para fazer a inscrição na RNC. Algumas pessoas optam por apenas voltar, já atuando nos anos anteriores. Elas precisam apenas atualizar o cadastro já existente com informações mais recentes.

O candidato também precisa estar dentro de todas as exigências citadas anteriormente para poder concorrer a qualquer uma das vagas de Certificador disponíveis para atuar no ENEM. Para se inscrever para trabalhar no Enem, você precisará, após o preenchimento dos dados solicitados pela RNC:

  • Declarar a veracidade das informações fornecidas no momento da inscrição.
  • Escolher até 3 municípios onde você está disponível para atuar, ou sub-regiões, caso o município disponha dessa opção.
  • Depois de preencher o formulário de inscrição, você receberá um e-mail informando a situação da sua inscrição.
  • Seus dados vão ser verificados pela Polícia Federal para garantir que você está de acordo com a lei e se são verdadeiras. Sua inscrição será cancelada se as informações que você fornecer ao Inep não combinem com as atividades que você precisará fazer como Fiscal do Enem.
  • O resultado da chamada pública será divulgado no Diário Oficial da União, junto ao endereço eletrônico com o resultado da homologação das inscrições e dos convocados para fazer o curso de capacitação online.

Você poderá cancelar sua inscrição apenas durante o período de inscrição. Essa ação é irreversível e é de sua responsabilidade, caso queira o cancelamento. Se você houver sido aceito ou atribuído a funções, elas devem ser canceladas primeiro. Apenas então você poderá cancelar sua inscrição.

Como trabalhar no Enem através do consórcio das bancas da prova:

Trabalhar no Enem através do consórcio das bancas da prova pode ser um pouco mais complicado, porque eles não abrem qualquer processo seletivo. Para conseguir uma vaga dessa forma você precisará ser convocado.

Normalmente, são convocados colaboradores dessas instituições, que possuem experiência com aplicação de provas para vestibulares. Apenas indicados por colaboradores atuais podem se inscrever para trabalhar como fiscais de prova.

Caso algum colaborador atual te indique para fazer o cadastro da Vunesp para trabalhar no Enem, você precisará cumprir os seguintes requisitos:

  • Ter uma conta corrente em algum banco, ou uma conta conjunta onde conste seu CPF.
  • Ser maior de idade, ou seja, ter mais do que 18 anos.
  • Ter PIS, PASEP ou NIT próprio.
  • Possuir CPF.

Vagas para Trabalhar no Enem Através de Editais de faculdades públicas

Apesar de não ser muito comum, há também a possibilidade de existirem vagas para trabalho no Enem através de editais divulgados diretamente. Isso normalmente ocorre quando não há número suficiente de fiscais cadastrados em alguma região.

Todas as informações que você precisará estarão presentes no edital, desde o estilo de processo seletivo, até a forma que você receberá seu pagamento e o valor. Normalmente, funcionários contratados assim também precisam fazer o curso de capacitação.

Sua inscrição para trabalhar no Enem poderá ser cancelada a qualquer momento.

A qualquer momento, sua inscrição para trabalhar no Enem poderá ser cancelada pelo Inep. Isso não significa que eles fazem isso com qualquer pessoa e sem qualquer motivo. Para não ter seu cadastro cancelado, você precisa se atentar às seguintes regras:

  • O inscrito que não atender às exigências citadas acima terá sua inscrição anulada quando verificadas as informações, independentemente de em qual parte do processo isso ocorrer.
  • Se você fornecer qualquer informação falsa ou inexata em sua inscrição, ou que mesmo sendo verídicas não satisfizerem todas as exigências citadas acima. Além disso, outras penalidades poderão ser aplicadas para quem fizer isso, por isso verifique sempre todas as informações que der.

O que você precisa saber sobre o curso de capacitação online para Trabalhar no Enem.

O curso de capacitação para trabalhar no Enem ocorre online, em período divulgado pelo Inep aos inscritos que forem convocados. Ele garante que os profissionais saibam tudo o que precisam sobre os procedimentos técnicos para atuar nos dois dias de prova e é de participação obrigatória, sendo responsabilidade do candidato verificar se foi ou não convocado para tal.

Só poderá trabalhar no Enem quem for aprovado no curso de capacitação, com aproveitamento igual ou superior a 70%, ou seja, em linguagem mais fácil, nota mínima 7 de 10 nas avaliações. Caso você não atinja essa meta, você não poderá ser um dos fiscais do Enem.

Todas as informações que você receber no curso e no processo de trabalhar no Enem deverão ser mantidas em sigilo, não podendo ser usadas para que você ofereça serviços de consultoria ou assessoria educacional, cursos, palestras, eventos ou qualquer material de orientação a respeito dos procedimentos e atividades usadas pelo Inep.

Como você receberá seu pagamento após o serviço no Enem?

Na hora em que fizer seu cadastro para trabalhar no Enem, você precisará indicar para qual carga horária tem disponibilidade. As demandas são de 12 horas e 8 horas de trabalho, e o funcionário receberá um total de R$ 28,50 por cada hora trabalhada. Assim como precisa indicar a disponibilidade de horário, também é preciso decidir se trabalhará em apenas um ou nos dois dias de aplicação.

O somatório dos dois dias de trabalho totalizam, no máximo, R$ 684,00 e o valor só é depositado ao trabalhador após os dois dias de trabalho. O transporte não está incluso no valor, e não é de responsabilidade do Inep, mesmo você seja escalado para trabalhar em uma cidade que não seja a sua. Da mesma forma, qualquer alimentação também não estará inclusa no valor, sendo de sua responsabilidade levar ou comprar qualquer lanche.

Os servidores públicos tem o valor quitado através da própria folha de pagamento, já os colaboradores que conseguem suas vagas através das bancadas da prova tem o pagamento feito por Ordem Bancária, na conta-corrente cadastrada.

Caso o número de candidatos aptos para trabalhar no Enem seja superior ao número de vagas oferecidas, o critério para escolha se deverá à seguinte ordem de prioridade:

  1. Se você já trabalhou no Enem como certificador nos anos anteriores.
  2. Se você é servidor do Poder Executivo Federal (funcionário público).
  3. Se você teve o maior rendimento individual (ou a maior nota) no curso de capacitação online.
  4. Se você tiver mais idade.

Caso mesmo seguindo todos os critérios de prioridade acima haja empate entre candidatos, a escolha será dada por sorteio realizado no sistema da RNC, de forma aleatória.

Para saber mais informações sobre o Enem, é claro, não deixe de acessar o site oficial do Enem para conferir outras diversas informações.

Agora você sabe tudo sobre como trabalhar no Enem, e pode ler outras informações úteis sobre empregos, finanças e freelancers aqui no Nômade Virtual.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Gostou do artigo? Deixe o seu comentário ou dúvida abaixo

Siga-nos no Facebook

Veja Também

Anúncios

Fechar Menu